My New Friend Zoe

Hoje contamos-vos a história de mais uma linda patuda muito fotogénica, a Zoe, adoptada no início de Fevereiro no Canil de Tomar.

Esta história embora tenha um começo triste, continua da forma mais fantástica possível. Infelizmente, a nova família maravilhosa da Zoe passou pela perda do seu melhor amigo patudo. Contudo, decidiram adoptar a nossa Zoe, dando assim início a uma nova vida para esta patuda! E que vida deliciosa esta, ora vejam…

Para começar realçamos a característica que mais chamou à atenção. Ora digam lá que a nossa patuda não tem um ar muito castiço? Nem precisam responder, nós já sabemos que a vossa resposta será afirmativa, tal como foi para a nova família da Zoe. Os nossos patudos sabem sempre como nos conquistar, não é verdade?

Depois da primeira fase da conquista concluída, podemos dizer que a nossa patuda já se sente como um peixe na água com a sua família. “Peixe?!” – perguntam vocês. Sim, um peixe, mais propriamente uma piranha, mas uma piranha especial: “Cá por casa apelidamos a Zoe de piranha porque está sempre pronta para comer”, aposto que aí em casa também devem existir piranhas de quatro patas e vocês nem faziam ideia! Porém, esta nossa piranha também nos mostra outras qualidades, para além de comer, ouvimos dizer que é muito inteligente, obediente, e apostou na carreira de despertador profissional: “Andamos sempre alerta para as brincadeiras dela, temos um novo despertador pois ela já tem os seus horários”.

Já percebemos que a Zoe gosta de desempenhar vários papéis, arriscamo-nos a dizer que passou ao lado de uma grande carreira como actriz. Porque é que dizemos isto? Bem, falta-nos apresentar o seu último papel e aposto que por este não estão à espera…. Uma gata! Excatamente, leram bem, uma gata: “devido a termos também uma gata, ela deve pensar que pode fazer tudo como um felino ao ponto de tentar saltar do sofá para a mesa que temos na sala, estando esta afastada uns bons metros”. Ora digam-nos lá que a nossa Zoe não é criativa e aventureira?!

Para terminar, deixamos-vos com as palavras desta incrível família: “Um animal é sem dúvida um membro da família que nos ama incondicionalmente e que nos compreende sem troca de palavras. É sem dúvida a melhor decisão que possamos tomar”.

Agradecemos muito à Soraia, Jac e Dete por partilharem a sua história e desejamos as melhores “patudices” do mundo!

Texto de Patrícia Pessoa

Partilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.