Obediência ou comunicação?

Pois é! Podemos não nos aperceber de imediato, mas a verdade é que quando ensinamos os ditos comandos de obediência, estamos na verdade, a comunicar com os nossos amigos de 4 patas.  

Já tinham pensado nisto desta forma? 

Lembrem-se que eles não percebem o significado das nossas palavras… A menos que sejam ensinados claro.

Imaginem que alguém comunica convosco numa língua estrangeira, desconhecida, vocês sentem precisamente o mesmo, não é? 

Aquilo não passa de sons! 

Mas… Se alguém der o seu tempo e nos ensinar, vamos conseguir aprender!! Além de que, ensinando da forma correta, através do reforço positivo, sem castigar, nós somos capazes de aprender mais facilmente, melhor e com muito mais motivação!

Portanto, seguindo este raciocínio, podemos concordar que no início da aprendizagem, uma palavra nossa é um som para eles, mas que com a consistência dos treinos, vai tornar-se numa associação a um comportamento / ação específico! 

Eles passam a perceber o que nós lhes dizemos, e sem nos darmos conta, nós mesmos somos “treinados”, vamos aprendendo com eles. 

E eu adoro esta ideia. Na minha opinião é algo fantástico criarmos uma conexão com os nossos cães.

 

Quando adoptei o meu cão, Simut, ele não queria nada comigo, eu não conseguia compreende-lo nem sabia como comunicar com ele. 

Foi precisamente com a prática dos comandos básicos, o tal treino de “obediência”, que as coisas começaram a evoluir; a nossa relação melhorou imenso, ele percebia o que lhe queria ensinar, e eu comecei a perceber o que estava a fazer de errado e finalmente entendi a forma certa de o educar !

Já viram bem que quer queiramos, quer não, ao ensinar um simples “senta”, vamos trabalhar a comunicação com os nossos cães e não só.

Ora digam lá que não é espetacular?  

Partilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.